C.A.O. em Agui√£

caoemaguia1

Atendendo às obras em curso na ampliação do Lar Residencial para Deficientes e à pandemia do SARS-CoV-2, foi necessário encontrar uma alternativa para instalar transitoriamente os utentes que frequentam diariamente o Centro de Atividades Ocupacionais (CAO) mas que vivem com as suas famílias.

A solu√ß√£o encontrada foi a instala√ß√£o do CAO no antigo edif√≠cio do Jardim de Inf√Ęncia de Agui√£. Com a colabora√ß√£o da Junta de Freguesia de Agui√£ e da C√Ęmara Municipal que cedeu o edif√≠cio e colaborou nas obras de adapta√ß√£o, procedeu-se √† abertura do CAO servindo mais de uma dezena e meia de utentes. As fam√≠lias puderam ter uma resposta e os utentes deixaram de ficar circunscritos √† sua resid√™ncia, agora que foi poss√≠vel reabrir este tipo de respostas sociais.

O Presidente da C√Ęmara Municipal e Vereadores, acompanhados pelo Provedor e Vice- Provedor da Miseric√≥rdia, visitaram hoje o espa√ßo, inteirando-se das obras de adapta√ß√£o e das condi√ß√Ķes de funcionamento do CAO, tendo oportunidade de ver as atividades que estavam a ser desenvolvidas pelos utentes com o acompanhamento das respetivas t√©cnicas que ali trabalham. A parceria encontrada entre a Junta de Freguesia de Agui√£, C√Ęmara Municipal, Miseric√≥rdia e Seguran√ßa Social possibilitou a disponibiliza√ß√£o desta resposta aos utentes do CAO, fazendo com que diariamente possam frequentar o equipamento.

A Provedoria.

Lar Vilagera√ß√Ķes

obraLVG1

Conclu√≠ram-se recentemente as obras de amplia√ß√£o do Lar Vilagera√ß√Ķes, aumentando a sua capacidade para 39 utentes. O desenvolvimento das obras teve um atraso significativo motivado pelo surgimento do SARS-CoV-2.

A intervenção comportava a criação de mais 5 quartos, a ampliação da sala dos serviços técnicos, a criação do gabinete de enfermagem e a ampliação da sala de atividades e lazer para os utentes que viu duplicada a sua área.

Todas as obras realizadas vieram melhorar em termos qualitativos os espa√ßos, assinalando-se a √°rea direcionada ao espa√ßo de sa√ļde utilizada pelos enfermeiros e m√©dicos que prestam servi√ßo no Lar.

Aumentar o conforto e bem-estar dos utentes √© um objetivo permanente, onde a componente dos recursos humanos e a qualidade dos espa√ßos assumem uma import√Ęncia fundamental.

A Provedoria.

Visita às Obras do Lar Residencial para Deficientes

visitaobraLR1

Decorreu no passado dia 12 de Abril a visita da Mesa Administrativa √†s obras do Lar Residencial para Deficientes que est√£o a decorrer no Hospital de S√£o Jos√©. Para se inteirarem do desenvolvimento das obras estiveram presentes o Provedor, os Mes√°rios, o Presidente da C√Ęmara Municipal, Dr. Jo√£o Manuel Esteves, a Vereadora, Dr. Belmira Reis e a Equipa de Fiscaliza√ß√£o, atrav√©s da Eng. Patricia Gon√ßalves, que efetuou uma descri√ß√£o pormenorizada sobre o curso das obras. A adjudica√ß√£o da empreitada que est√° a decorrer h√° v√°rios meses foi efetuada por cerca de 700.000‚ā¨.

As obras comportam a ampliação do Lar Residencial para uma capacidade de 30 utentes, similar à que possui o Centro de Atividades Ocupacionais para deficientes. Com esta intervenção da Santa Casa, com o apoio das parcerias com o Município e a Segurança Social, será disponibilizada aos utentes uma resposta social visando responder às necessidades de institucionalização de deficientes.

A Misericórdia aguarda a conclusão das obras por forma a poder responder às famílias que veem nesta iniciativa uma resposta para as suas necessidades.

A Provedoria

Santa Casa da Misericórdia

de Arcos de Valdevez

Complexo Vilagerações

Santa Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez

Rua Comendador Dr. Francisco Rodrigues de Araújo, nº 146

4970-600 Arcos de Valdevez

Tel: 258 510 110

Fax: 258 510 119

Email: geral@scmav.pt

Please publish modules in offcanvas position.